Retenção de líquidos: o que é e como evitar?

Tempo de leitura: 6 minutos

A retenção de líquidos, também chamada de inchaço no corpo, é uma condição adversa que incomoda muitas pessoas que estão em busca do emagrecimento saudável.

O primeiro passo para saber como evitar o problema é compreender o mecanismo de absorção e distribuição dos fluidos corporais.

Por isso, começaremos nosso artigo explicando o trabalho do sistema linfático e qual é a sua importância para a conquista da boa forma.

Em seguida, apontaremos as principais causas da retenção de líquidos e o que pode ser feito para evitar o problema.

Faça uma boa leitura e tenha um excelente aprendizado!

Como funciona o sistema linfático?

O sistema linfático é formado por uma rede de órgãos, ductos e vasos que produzem e transportam a linfa, um fluido formado pelo líquido intersticial.

O líquido intersticial é o substrato onde as células do nosso organismo permanecem mergulhadas, retirando os nutrientes para o funcionamento de todos os tecidos e órgãos.

A função do sistema linfático é drenar e filtrar o excesso de líquido intersticial e devolvê-lo para a circulação sanguínea, eliminando impurezas e microorganismos.

Assim, o sistema linfático também participa das defesas do corpo, produzindo glóbulos brancos que combatem a presença de vírus e bactérias.

Devido a fatores como hábitos alimentares ou alterações hormonais, o trabalho do sistema linfático pode sofrer um desequilíbrio.

Isso faz com que a linfa deixe de retornar para a circulação sanguínea, resultando na retenção de líquidos, conforme você entenderá a seguir.

Quais são as causas da retenção de líquidos?

As causas da retenção de líquidos são bastante variadas e podem incluir fatores como:

– reação do organismo aos dias de temperatura mais elevada, pois o calor causa vasodilatação e gera um acúmulo maior de líquido intersticial;

– alterações hormonais, que causam desequilíbrio na circulação sanguínea e linfática;

– consumo de alimentos com excesso de sódio, mineral que tem a capacidade de reter água;

– pouca ingestão de água ao longo do dia, que faz com que o organismo passe a reaproveitar linfa para se manter hidratado;

– uso de medicamentos que alteram a permeabilidade dos vasos sanguíneos, causando o aumento na quantidade de líquido intersticial;

Além desses fatores, o sedentarismo, o estresse, a carência de vitaminas e minerais, o consumo de álcool e o tabagismo também podem causar a retenção de líquidos.

Até mesmo o hábito de usar roupas muito apertadas ou a necessidade de permanecer por longos períodos de pé no trabalho pode levar ao inchaço do corpo.

De uma maneira geral, a retenção de líquidos é percebida principalmente nas pernas, na região abdominal e nas costas.

A diminuição na quantidade de urina também é um sinal de que é preciso investigar as causas do problema para saber como evitar a retenção de líquidos.

Quem está em busca da boa forma deve ficar atento a esses sinais e procurar orientação médica caso o inchaço torne-se mais constante e intenso.

No entanto, é possível entender como evitar a retenção de líquidos a partir de algumas mudanças no dia a dia, como mostraremos agora.

Como evitar a retenção de líquidos?

Independentemente do fator que venha a ser identificado como causa principal da retenção de líquidos na consulta médica, existem algumas atitudes preventivas que podem ser adotadas ao menor sinal de inchaço.

Trata-se de iniciativas simples, mas que contribuem para a construção de um estilo de vida mais saudável, com impacto positivo sobre o funcionamento do sistema linfático.

Beba bastante água

Manter o corpo bem hidratado é fundamental para evitar a retenção de líquidos.

Quanto maior a quantidade de água no organismo, maior a irrigação das células e o volume de líquidos circulantes, o evita o acúmulo dos fluidos.

A quantidade mínima de água a ser ingerida todos os dias é de dois litros. Entretanto, quem pratica atividades físicas regularmente deve reforçar a hidratação.

Aumente o consumo de vitaminas e sais minerais

As vitaminas e sais minerais participam diretamente do balanço eletrolítico, que é um dos mecanismos responsáveis por regular a quantidade de líquido intersticial.

Assim, para evitar a retenção de líquidos é preciso consumir boas quantidades desses nutrientes todos os dias, com destaque para a vitamina B6, o magnésio e o potássio.

Para isso, as melhores fontes são: nozes, semente de girassol, banana, abacate, acelga, couve, espinafre e tomate.

Evite alimentos industrializados

Essa já é uma orientação muito conhecida por quem está em busca do emagrecimento saudável e segue uma dieta equilibrada.

Em se tratando do inchaço, refrigerantes, sucos de caixinha, salgadinhos, carnes embutidas e doces em geral devem ser evitados, pois possuem grande quantidade de sódio ou açúcar em sua composição.

Além disso, esses alimentos aumentam o pico de insulina no sangue, levando o corpo a reter mais sódio e, consequentemente, mais líquidos.

Faça intervalos para se movimentar no trabalho

Para quem permanece sentado ou de pé por longos períodos no trabalho, a dica é uma só: movimente-se!

É importante fazer pequenos movimentos que ajudem a ativar a circulação sanguínea e linfática, como caminhar ou alongar-se.

Um bom truque é ficar na ponta dos pés, subindo e descendo o corpo cerca de 10 vezes seguidas. Isso faz os músculos da panturrilha trabalharem, empurrando a linfa.

Invista na drenagem linfática

A drenagem linfática é um tratamento estético que visa exatamente a redução do inchaço corporal, com base em toques suaves e ritmados.

As manobras de deslizamento ou bombeamento são realizadas para movimentar a linfa e desobstruir os canais linfáticos.

Dessa forma, ela é muito importante no período pós-operatório de cirurgias, quando a cicatrização dos tecidos aumenta o acúmulo de líquidos.

Cada sessão dura em média 30 minutos e pode ser realizada em intervalos de um ou dois dias, tanto para o corpo todo quanto para a região facial.

Aposte em sucos e chás naturais

Por fim, a nossa última dica para combater o inchaço e conquistar bons resultados no processo de emagrecimento é apostar nos sucos e chás naturais.

Feitas com ingredientes que possuem propriedades diuréticas, essas bebidas estimulam o funcionamento do sistema linfático e dos rins, ajudando o corpo a eliminar as impurezas e o líquido em excesso.

Entre os chás, as melhores opções são o chá verde e o chá de hibisco. Eles devem ser consumidos durante o dia e não é preciso tomar mais que 200 ml para aproveitar os seus benefícios.

Agora, se você quer saber como evitar a retenção de líquidos com sucos naturais, confira algumas receitas que ativam a circulação sanguínea em mais um artigo do nosso blog!

Sobre Clinica Eva

Clinica Eva

A Clínica EVA valoriza o cliente, prestando atendimento sempre de forma ética e transparente, identificando as suas reais necessidades e proporcionando a melhor experiência em alcançar beleza e bem estar. Trabalhamos com o que existe de melhor para tratamentos corporais, faciais e depilação a laser, com profissionais preparados e qualificados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *